Procura por segurança armada cresce no Brasil

Com a reabertura do comércio e grandes centros empresariais após a baixa da pandemia, a procura por profissionais de segurança privada tem crescido no país.


Série Profissões - Artigo 08

A Segurança Privada é uma profissão que identifica situações de risco e define estratégias para proteger pessoas e patrimônios e impedir a ação de criminosos. Outra forma de atuar nesta profissão é gerenciar equipes de segurança pessoal e patrimonial e escolta.


As atividades de Segurança Privada são exercidas como um complemento da segurança pública e são autorizadas e fiscalizadas pelo Departamento de Polícia Federal. É uma atividade de riscos e por isso uma rotina de incertezas.


É de grande responsabilidade a profissão de segurança privada e as pessoas que tomam a decisão de ingressarem nessa carreira, precisam obedecer a vários requisitos que falaremos mais adiante.


Atividades principais da segurança privada

O profissional de segurança privada pode atuar em diferentes frentes da segurança. Abaixo relacionamento algumas delas:

  • Vigilância patrimonial;

  • Transporte de valores;

  • Segurança pessoal;

  • Escolta armada;

  • Supervisor de Monitoramento de Sistema Eletrônico de Segurança;

  • Operador de Sistema Eletrônico de Segurança.


Pré-requisitos do profissional de segurança privada:

  • Idade mínima de 21 anos;

  • Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;

  • Ter boa saúde e emocional;

  • Ter concluído curso na área.



Deveres do profissional de segurança privada:

  • Respeitar a dignidade e a diversidade da pessoa humana;

  • exercer suas atividades com probidade, desenvoltura e urbanidade;

  • utilizar corretamente o uniforme aprovado e portar identificação profissional, crachá identificador e demais equipamentos para o exercício da profissão;

  • manter-se adstrito ao local sob vigilância, observadas as peculiaridades dos serviços de segurança privada definidos na legislação;

  • manter o sigilo profissional, ressalvado o compromisso com a denúncia de ação delituosa;

  • Os profissionais de segurança privada deverão prestar seus serviços devidamente uniformizados, ressalvadas as hipóteses previstas em regulamento.

Faixa salarial:

A média salarial para segurança privada é de R$ 1.934,00, mas o comum praticado é R$ 2.473,00. Segundo o Guia de Carreiras, os salários para diversas funções destes profissionais são os seguintes:

  • Supervisor de Monitoramento Eletrônico: R$ 2.493

  • Vigilante Balanceiro: R$ 1.705

  • Vigilante Brigadista: R$ 1.705

  • Vigilante Condutor de Animais: R$ 1.705

  • Vigilante Condutor de Veículos Motorizado: R$ 1.705

  • Vigilante Líder: R$ 1.729

  • Vigilante Monitor de Segurança Eletrônica: R$ 1.644

  • Vigilante Operador de Monitoramento Eletrônico: R$ 1.726

  • Vigilante Segurança Pessoal: R$ 1.705

  • Vigilante: R$ 1.583

Diretor de Segurança:

  • Pequenas empresas: de R$ 3.197 a R$ 9.133

  • Médias empresas: de R$ 4.796 a R$ 13.699

  • Grandes empresas: de R$ 7.194 a R$ 20.549

Gerente de Segurança:

  • Pequenas empresas: de R$ 3.112 a R$ 8.888

  • Médias empresas: de R$ 4.668 a R$ 13.333

  • Grandes empresas: de R$ 7.002 a R$ 20.000

Líder de Equipe de Segurança:

  • Pequenas empresas: de R$ 1.358 a R$ 3.888

  • Médias empresas: de R$ 2.038 a R$ 5.821

  • Grandes empresas: de R$ 3.057 a R$ 8.731

Segurança:

  • Pequenas empresas: de R$ 1.254 a R$ 1.907

  • Médias empresas: de R$ 1.308 a R$ 2.289

  • Grandes empresas: de R$ 1.570 a R$ 2.747

Fiscal de Segurança:

  • Pequenas empresas: de R$ 1.097 a R$ 1.920

  • Médias empresas: de R$ 1.317 a R$ 2.304

  • Grandes empresas: de R$ 1.580 a R$ 2.764

Cursos de segurança privada:

O MEC reconhece pelo menos duas formações de nível superior nesta área:

  • Tecnólogo em Segurança Pública: Com dois anos de duração, este curso tecnológico prepara o profissional para atuar com precisão nas áreas de política, gestão, planejamento e técnicas operacionais do sistema de segurança pública.

  • Tecnólogo em Segurança Privada: Esta formação de dois anos capacita o profissional a organizar modelos de segurança em ambientes privados, além de desenvolver uma visão estratégica da área, com conhecimento de todas as suas tecnologias e equipamentos.

Esses cursos podem ter nomes distintos:

  • Gestão da Segurança Pública

  • Gestão de Segurança Privada

  • Sistemas de Segurança Pública

  • Segurança Pública e do Cidadão

Algumas universidades públicas oferecem o curso de Bacharelado em Segurança Pública, com duração de quatro anos.


Asped e as profissões

Estamos nesta série de profissões com o objetivo de esclarecer e trazer informação de diversas opções que as pessoas tem para se qualificarem e terem uma profissão. Se você é um profissional que tem se destacado na sua área e quiser fazer uma palestra ou qualquer outro tipo de contribuição do seu conhecimento por meio de nossa ONG, convidamos você a nos procurar e juntos oferecermos um curso ou palestra que possa abençoar a vida de nossa sociedade.



Contatos

Rua Calil Abrão, 121 - Luizote de Freitas

Uberlândia-MG - 38414-256

E-mail: contato@asped.org

Tel: +55 (34) 3217-9696

Whatsapp: +55 (34) 98805-2440

Site: www.asped.org

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo