A fantástica fórmula para se ter qualidade de vida

A qualidade de vida está relacionada a todas as áreas da vida e um dos meios para consegui-la é a prática de exercícios físicos


Pensar sobre a qualidade de vida é uma forma de autocuidado.

Não é novidade para ninguém que a cada dia nós estamos mais rodeados por tecnologias que viabilizam nossas tarefas. O desenvolvimento da tecnologia que conhecemos hoje nos permite realizar as mesmas atividades, ou até mais, mas com menos esforços.


Isso tem um lado extremamente benéfico no que diz respeito a nossa produtividade, mas grande parte dessas novas ferramentas que usamos minimizam as nossas movimentações e reduziram progressivamente a quantidade de atividades físicas que fazemos.


Essa mudança teve um impacto direto na qualidade de vida e na saúde de grande parte da população.


Quando pensamos em qualidade de vida estamos falando de um bom funcionamento do corpo e da nossa satisfação em utilizar dos nossos próprios recursos no nosso dia-a-dia. É o quanto há, em nós, satisfação em viver com quem somos e com o corpo que temos.


O corpo humano foi feito para se movimentar e quando ele tem pouca atividade ou nenhuma, uma forma disfuncional de regulação corpórea começa a acontecer. Isso prejudica a qualidade de vida de qualquer pessoa. Movimentar o corpo pode ser a mudança necessária para a qualidade de vida de um indivíduo aumentar.


Foi feito um estudo em 1998, do autor HASKEL, que relacionou o risco de doenças coronárias a um estilo de vida pouco ativo, gerando um resultado no qual 54% das pessoas apresentaram problemas cardíacos por conta do sedentarismo, pressão arterial desregulada e má alimentação.


É importante citar que o sedentarismo é um fator de risco em 70% da população brasileira. Isso significa que mais da metade da nossa população está sujeita a problemas cardíacos seríssimos e não pratica atividades físicas regularmente.


Grandes mudanças de hábitos começam com pequenas mudanças.

O futuro de uma população assim é o desenvolvimento de inúmeras enfermidades no âmbito físico e emocional. Tendo isso em mente, trouxemos neste artigo vários benefícios da prática de exercícios físicos, que contribuem também com a melhora da qualidade de vida.


Metabolismo em dia

Para quem reclama de uma má digestão, ou uma gordurinha extra, a prática de exercícios físicos regula o metabolismo, que é a quebra e absorção dos nutrientes do nosso corpo. O corpo, com a prática dos exercícios, consume as calorias necessárias para o seu funcionamento, regula o sistema digestório e o funcionamento do sistema excretor, isso quer dizer que você não vai mais sofrer com má digestão, nem intestino preso.


Regulação do sono

Quem pratica atividades físicas gasta mais energia do que quem é sedentário. No final do dia, o corpo pede descanso para se recarregar. Muitas pessoas que sofriam de insônia, ao iniciar a prática de exercícios, conseguiram regular seu sono durante a noite.


Diminuição da gordura corporal

A diminuição da gordura corporal vem do déficit calórico que acontece quando comemos menos calorias do que queimamos. Isso acontece porque o corpo tem que queimar calorias de algum lugar, então ele queima da gordura que está armazenada no nosso corpo. Assim, com a prática de exercícios, vem a redução da gordura corporal.


O bem-estar é garantido fisiologicamente com a prática de exercícios.

Aumento da força muscular e flexibilidade

O aumento da força muscular é possível porque, através da estimulação das nossas fibras musculares com os exercícios, elas se degeneram e se reconstroem em maior quantidade, gerando mais resistência e maior número de fibras no músculo.


É por isso que quem pratica atividade física desenvolve melhor postura, pois fortalece a musculatura das costas, que auxilia na sustentação do corpo. Além disso, praticantes de exercícios costumam sentir menos dores nos joelhos, nos braços e na lombar, por estarem com a musculatura tonificada e preparada para atividades corriqueiras como carregar compras do mercado, levantar móveis para limpeza, limpar a casa, brincar com os filhos, etc.


É comum as pessoas que fazem atividade física também praticarem algum tipo de alongamento, antes ou depois de algumas atividades. Esses são os movimentos de estender a musculatura. Eles produzem maior flexibilidade nos membros e propiciam menor risco de lesões acidentais.


Mais disposição física e mental

Durante a prática de exercícios físicos, nosso corpo libera o neuro-hormônio endorfina. Os hormônios e neuro-hormônios funcionam no nosso corpo assim como as notificações no celular. Eles avisam que algo está acontecendo e, por isso, nosso corpo emite uma resposta a cada notificação diferente.


A resposta à endorfina é a redução do estresse e da irritação, contribuindo assim para a maior sensação de felicidade, satisfação e melhora do humor. Além disso, a redução do estresse diminui o nível de ansiedade e pode impactar diretamente na saúde mental do indivíduo, melhorando inclusive, suas funções cognitivas.


Além desses benefícios, podemos citar também a melhora no controle da pressão arterial e a diminuição da sensibilidade à insulina, o que é extremamente necessário no controle da diabetes.


Comece hoje

Sabendo de todos esses benefícios, comece hoje a investir na sua qualidade de vida. Existem vários aplicativos de exercícios físicos para se fazer atividade sem sair de casa, além de diversos tipos de clínicas, academias e personais com atendimentos personalizados.


Comece hoje em casa.

Aqui na Asped nós entendemos a necessidade dessa prática e lançamos dois projetos para a comunidade para contribuirmos com a melhora da qualidade de vida da população. Os projetos são as aulas de ballet e as aulas de jiu-jitsu, que acontecem durante toda a semana.


As vagas são abertas ao público mediante inscrição. Inscreva-se hoje!




Contato

Rua Calil Abrão, 121 - Luizote de Freitas

Uberlândia-MG - 38414-256

E-mail: contato@asped.org

Tel: +55 (34) 3217-9696

Whatsapp: +55 (34) 98805-2440


Imagens: Freepik

10 visualizações0 comentário