6 Verdades e 6 mentiras sobre o Congelamento de Alimentos

Atualizado: 3 de Nov de 2021

Asped realizou nesse fim de semana um Curso sobre Técnicas de Congelamento de Alimentos e quebrou muitos paradigmas sobre o tema




Rotina cheia de compromissos e escassez de tempo é uma realidade muito comum nos dias atuais. Até mesmo as pessoas que trabalham em casa ou que são dedicadas à atividades do lar, tem o seu tempo bem comprometido.


A comida congelada é uma excelente opção para otimizar essa correria semanal das famílias, porém muitas pessoas optam por comidas congeladas industrializadas que não é nada saudável ou fazem o congelamento doméstico de forma incorreta.


Sem falar das pessoas que podem trabalhar vendendo comida congelada ou até mesmo trabalhar em restaurantes e essa é uma forma de ganhar mais produtividade e evitar desperdício de alimento.


Visando ajudar nossos leitores nesse tema, a Asped trouxe um artigo exclusivo sobre mitos e verdades sobre comida congelada. E nesse último final de semana a Asped também realizou um Curso de Técnicas de Congelamento de Comida Congelada. Gostou? Continue aqui com a gente!


Parece meio óbvio falar dos benefícios da comida congelada, mas é importante ressaltar que muitas famílias não fazem por acreditar que o alimento perde seus nutrientes e até mesmo seu sabor. Conheça agora 6 verdades e 6 mentiras sobre o congelamento de alimentos.


6 Verdades da Comida Congelada


1º Auxilia no Controle do Peso

Pelo fato do congelamento poder ser feito em porções do dia, isso auxilia a pessoa a congelar suas porções de acordo com sua dieta ou educação alimentar. Sendo assim, no descongelamento a pessoa tem certeza que não está excedendo a porção diária indicada para o balanceamento de sua alimentação.


2º O preparo é rápido

O preparo de sua comida nos curtos horários de almoço, são feito de forma prática e rápida, porque os alimentos já estão pré-cozidos e no ponto de serem finalizados e não demoram para ser descongelados.


3º Conserva o valor nutricional

Se o alimento for congelado de maneira correta, o seu valor nutricional é conservado. Isso acontece porque no congelamento o alimento se torna mais rígido, o que impede a movimentação das moléculas no seu interior.


4º Diversificação do Cardápio

Muitas pessoas afirmam não gostar de congelar comida, porque o cardápio fica repetitivo na semana. Mas o congelamento correto proporciona o consumo do alimento em até 4 meses, sendo assim, você pode congelar porções iguais para o consumo ao longo de um tempo maior e não apenas para a semana. E diversificar pelo menos uns 5 cardápios diferentes no seu preparo.


5º Evita o desperdício de alimentos

Pelo fato do congelamento correto ter uma duração maior, ou seja, um prazo de validade estendido por mais tempo, o desperdício de alimentos é praticamente zero.


6º Otimização do tempo de preparo

A redução do tempo dedicado ao preparo diário e até mesmo semanal do alimento é um dos fatores mais importantes do congelamento. Muitas pessoas desanimam porque acreditam que a rotina do preparo para o congelamento é semanal. Mas o fato é que você pode fazer o congelamento para meses. Pois como eles duram por mais de 12 semanas no freezer, a pessoa que se dispõe a congelar os alimentos, podem ficar por meses sem necessidade de preparar.




6 Mentiras da Comida Congelada


1º Comida congelada faz mal à saúde

A comida congelada encontrada em supermercados por serem industrializadas e processadas, podem sim fazer mal à saúde. Mas nem toda comida congelada no supermercado tem essas características, por essa razão é bom ler a embalagem. Mas falando de comida preparada em casa para o congelamento, você pode ter certeza que essa é 100% saudável.


2º Alimento congelado não perde validade

Como já falamos anteriormente, a comida congelada preparada em casa tem prazo de validade de até 4 meses. Sendo assim, precisará ser consumida nesse tempo. Se adquiriu comida congelada industrializada, é preciso ficar atento ao prazo da embalagem.


3º Comida congelada é cara

Se for uma comida preparada em casa é mais do que provado que não é cara. Comida preparada em casa, congelada ou não sempre tem o benefício de melhor custo.


4º Comida congelada tem aditivos

Comida congelada industrializada apresentam muitos aditivos em sua composição para ter maior prazo de validade ou até mesmo para potencializar o sabor e a cor do alimento. Porém comida congelada artesanal, que são feitas em casa não apresentam aditivos porque foi feita por você.


5º Comida congelada perde o sabor

As comidas congeladas industrializadas possuem aditivos para manter o seu sabor, porém o que poucos sabem é que a comida congelada feita em casa, se for feita com a técnica correta tem o seu sabor e o seu cheiro potencializado sem precisar adicionar nenhum aditivo.


6º Comida congelada é rica em sódio

Até mesmo as comidas congeladas industrializadas tem buscado diminuir o teor de sódio. Para isso, basta observar a embalagem antes de sua compra. Mas se você prepara a comida congelada artesanal, você vai ver que assim como acontece com os aditivos que são ausentes nas comidas congeladas artesanais, o sódio também.


Alguns alimentos não devem ser congelados

O que é importante saber é que nem todo alimento deve ser congelado, não porque o alimento estraga, mas porque ele apresenta diferenças muito grandes e sua textura, consistência, na cor e sabor.

Pepino, tomate e alface são exemplos de alimentos que não podem ser congelados

Não é recomendado congelar alimentos ricos em água, como pepino, tomate cru, maçã, pêra, melão e melancia. Outros alimentos que não são indicados são: ovo cozido, alface, rúcula, acelga, batata, creme de leite, leite, maionese e queijo. No caso do leite, ele pode até ser congelado, mas não para beber, mas para usar em uma receita de bolo ou smoothie.



Alimentos que não precisam ser descongelados antes do preparo


O bom da comida congelada é que muitas delas não precisam ser descongeladas para o preparo. É só abrir e já colocar no fogão ou forno. Como exemplo podemos citar: tortas, pão de queijo, frituras, refeições prontas e folhados.


Alimentos líquidos podem ser congelados


Cubos congelados de suco de couve

Sopas e Caldos podem ser congelados e podem ser descongelados direto na panela ao fogo. Sobre estrogonofe quando preparado com creme de leite, também pode ser congelado, mas seu consumo deve acontecer no máximo em 10 dias. E sobre polpas de frutas, podem ser armazenadas no freezer entre 3 e 5 meses.


Para quem gosta de sucos Detox e sucos verdes, que tomam tempo no preparo, como por exemplo o suco de couve, o indicado é bater as folhas de couve com água no liquidificador e congelar em forminhas de gelo e utilizá-las de forma rápida quando for fazer o seu suco.


Curso de Técnicas de Congelamento de Comida

É importante saber a forma correta de congelar comida em casa para não estragar, não ocorrer desperdício, não perder o sabor e nem os nutrientes; e ainda não permitir que o mau condicionamento contraia toxinas durante o congelamento que fazem mal a saúde.


Imagens do curso ministrado sobre Técnicas de Congelamento de Alimentos



Para isso existem cursos que ajudam as pessoas nessa técnica de congelamento de alimentos. No último sábado, 30 de outubro, foi realizado um Curso na Asped pelo voluntário Eder Júlio que é doutorando em Ciência dos Alimentos, professor Universitário e tem mais de 30 artigos publicados.


Divulgação do Curso Asped

Os alunos aprenderam a técnica de sanitização e branqueamento dos alimentos, que são essenciais para o congelamento adequado.


Antônia, aluna do Curso

" O curso superou as minhas expectativas tanto na teoria que trouxe um conteúdo com linguagem clara, quanto na prática, onde os alunos realizaram a higienização, corte e branqueamento dos alimentos. Além do aprendizado foi possível conhecer melhor os alunos que participaram trazendo juntamente com o aprendizado um momento de comunhão e alegria. Estou muito satisfeita e grata a Asped pela iniciativa que trouxe além de conhecimento, possibilidade de melhora na saúde e também economia e praticidade para quem colocar em prática o que aprendeu", comenta Antônia, aluna do Curso.


E aí, você gostou desse conteúdo? Que tal algumas receitinhas para você começar a congelar suas comidinhas?


Neste E-book você vai encontrar 5 receitinhas fáceis para você fazer e saborear!


Clique no ícone abaixo e baixe o seu!

E-book Receitas
.pdf
Download PDF • 573KB


Imagens: Arquivo Asped e Google Imagens

100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo