Existe idade certa para a alfabetizar uma criança?

Muitos cuidadores ficam em dúvida sobre o momento ideal de iniciar a alfabetização de uma criança e várias pessoas começam o ensino antes da fase correta


A fase escolar da criança influencia muito no seu desenvolvimento

Muitas pessoas conhecem a palavra alfabetização. E você, sabe o que esse processo significa?


A alfabetização é a apropriação do conhecimento das letras, o aprendizado da leitura e escrita do alfabeto de determinada língua. Quando falamos sobre a interpretação de texto e o uso correto da língua, chamamos esse conjunto de técnicas de letramento.


É comum cuidadores pensarem que quando a criança inicia o seu período escolar, já está ali para ser alfabetizada. Porém, a verdade é que a Educação Infantil (primeiros anos escolares) é focada na pré-alfabetização, o ensino de diversas habilidades requeridas no momento da alfabetização.


É isso mesmo, antes da alfabetização iniciar, a criança precisa aprender e vivenciar diversas experiências para que esteja pronta para o próximo passo: aprender a ler e escrever.


Quais as habilidades que uma criança precisa antes de ler e escrever?


Antes da criança ler e escrever ela precisa:


1- Ter coordenação motora fina

Isso quer dizer que ela precisa adquirir a força nos dedos e na mão e a habilidade de manusear pequenos objetos, como o lápis, para conseguir segurá-lo e conduzi-lo sob uma folha, por exemplo.


A coordenação motora fina é adquirida a partir do treino das mãos da criança, através de atividades do cotidiano como: apertar botões, segurar objetos, usar a colher para levar comida na boca, ensaboar o corpo, escovar os dentes, servir água em um copo.


2- Conhecer várias palavras

Aprender o vocabulário da língua materna é essencial para a criança aprender a ler e escrever, justamente para quando essa fase da alfabetização chegar, a criança compreender o que está sendo proposto em textos e frases.


A aquisição de vocabulário é possível através do contato da criança com músicas, leituras, conversas e relações sociais.


3- Ter contato com a leitura

A criança não é diferente de um adulto nesse aspecto. Nós gostamos de fazer aquilo que faz sentido para nós. Esse senso de propósito, muitas vezes, é uma forma de motivação para várias atividades do nosso dia-a-dia.


A criança que não entende e não vê propósito na leitura, dificilmente será uma criança motivada a aprender a ler. Por isso, é fundamental que os cuidadores insiram a leitura na rotina da criança. Isso pode ser feito através da leitura de livros, histórias, leitura de uma música, de embalagens, de placas na rua, e muito mais.


Brincadeira para a criança, é coisa séria.

4- Brincar muito!

A criança, diferente do adulto, processa informações através do ambiente lúdico. O brincar para a criança é fundamental para ela assimilar os novos conhecimentos. Além disso, é no brincar que muitas dúvidas aparecem e ficam mais claras.


A brincadeira fala das necessidades da criança. Se ela está agitada, querendo saltar do sofá durante toda uma tarde, quer dizer que há uma necessidade ali. Essa criança está dizendo "preciso gastar energia, preciso saltar e correr". A criança tem muita energia porque essa fase do desenvolvimento requer o aprimoramento de inúmeras habilidades. É o momento da criança aprender a correr, pular, saltar, andar em cima de muretas, correr riscos, aprender a se proteger de quedas, conhecer do ambiente em que ela vive, desenvolver relacionamento, etc.


O brincar amadurece a criança e a prepara para a próxima fase de seu desenvolvimento.


5- Conhecer as letras

Esse é o último passo antes de começar a alfabetização. Depois que a criança já aprendeu bastante do vocabulário, desenvolveu sua coordenação motora, já tem contato com a leitura, está na hora de apresentar quais letras existem no nosso alfabeto. Esse processo chega a ser natural, pois a criança já está em contato com as letras por conta do vocabulário e da leitura acompanhada.


O mais indicado é que essa apresentação seja feita por meio de brincadeiras, de uma forma leve. A cobrança para o aprendizado da leitura e escrita é um gatilho de trava para inúmeras crianças. Cuidado! Ainda não é o momento de forçar a criança a ler. Isso pode gerar resistência na criança e atrasar todo o processo.


A socialização é muito importante para a criança se desenvolver

Qual a idade certa para alfabetizar, então?

Agora você já conhece várias habilidades que a criança precisa desenvolver antes de aprender a ler e escrever. Tudo isso costuma a ser apresentado para a criança até os 6 anos de idade.


É entre os 6 e 7 anos que o processo de alfabetização começa a acontecer. É um aprendizado mais profundo e que requer mais habilidades cognitivas da criança. Existem técnicas específicas para o ensino da leitura e escrita serem proveitosos.


É importante citar que este é um dos conhecimentos mais complexos que adquirimos ao longo da vida, e que é extremamente difícil assimilar todas as informações sobre uma língua. Por isso, o momento de alfabetização requer extremo apoio dos cuidadores, acolhimento nas dificuldades e leveza. Portanto, cobranças não são bem-vindas nesse período, pelo contrário, dificultam o processo.


Se você, como cuidador, perceber que sua criança está com alguma dificuldade no período de alfabetização, é possível que alguma das etapas da pré-alfabetização não tenha ficado firme. Procure ajuda especializada para sua criança, isso fará toda a diferença no presente e futuro dela.


Aqui na Asped nós desenvolvemos um projeto chamado Ensinança voltado para o atendimento de crianças que apresentam alguma dificuldade no processo de aprendizado. Contamos com uma equipe especializada para apoiar você e sua família.


Entre agora em contato e agende um atendimento.





Imagens: Freepik


Contato Asped


Rua Calil Abrão, 121 - Luizote de Freitas


Uberlândia-MG - 38414-256


E-mail: contato@asped.org


Tel: +55 (34) 3217-9696


Whatsapp: +55 (34) 98805-2440



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo